A acusação de André

Atualizado: Abr 29


[ATENÇÃO, ESSA HISTÓRIA É REAL, PARA PRESERVAR A IDENTIDADE DAS PESSOAS SEUS NOMES FORAM TROCADOS]


Era uma vez um jovem rapaz trabalhador chamado André.


André vivia com Silmara e tinham a pequena Giovana de 1 ano, o casal era muito unido e respeitavam muito um ao outro mas respeitavam principalmente sua filha, eles já haviam passado por muitos momentos ruins, mas a cumplicidade sempre os manteve juntos.


A família de Silmara nunca aprovou o relacionamento, pois queriam que Silmara se casasse com outro homem, um médico que ela namorou por muito tempo. O casal não ligava para isso, pois o relacionamento era forte e muito respeitoso.


Um dia a mãe de Silmara estava visitando a casa do Casal e perguntou quem iria dar banho na pequena Giovana, André disse que era sempre ele quem dava banho.

André se preparou e lá foram os dois para o banho, porém quando André saiu a sogra notou que ele havia tomado banho com a filha sem roupa, totalmente pelado.

A mãe de Silmara foi embora horrorizada.


Dois dias depois, André recebe uma intimação do conselho tutelar, acusando ele de abusar sexualmente de sua filha e que tinha uma testemunha que havia presenciado tudo. André foi convidado a ir à delegacia dar seu depoimento, o pesadelo estava só começando.


Essa situação se arrastou por 3 meses, André e Silmara quase perderam a guarda da filha para a sogra e a relação que era forte e respeitosa ficou frágil e incompreensível.

Silmara tinha medo de deixar André tocar em Giovana e André sentia muita raiva do mundo.


Um dia André foi convidado por seu amigo Jonas a ir em uma roda de conversa paterna, ele contou sua história e chorou por mais de 30 minutos. O grupo acolheu as dores de André e indicaram um terapeuta de casal especializado em traumas.


André chegou em casas e disse a Silmara:

- Sei que não somos essas pessoas que estamos nos transformando, eu tenho muita dor no meu coração e acho que você também tem. Gostaria de saber se você está disposta a tentar lidar com essa dor com a ajuda de um profissional, junto comigo?


Silmara aceitou, e hoje estão caminhando para ser uma família com respeito e cumplicidade novamente.


PS: O casal nunca mais falou com a sogra.


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo